Saúde

As maravilhas que o inhame pode fazer por sua saúde

Há muito tempo, o inhame tem sido usado na cura de diversas doenças.

Ele é um excelente depurativo do sangue e nos protege também de doenças transmitidas por mosquitos como a malária, dengue e febre amarela.

E muitas mulheres usam com sucesso o inhame para tratar dos males da TPM, pois ele alivia os sintomas e regula o fluxo menstrual.

O inhame contém fósforo, ferro, cálcio, vitaminas B1 e B5.

Ele fica delicioso em caldos, sopas e tem uma textura muito gostosa.

Valor calórico: 100gr de inhame nos fornece 70 calorias.

Outros benefícios do inhame:

AJUDA NO CONTROLE DE PESO

Os hidratos de carbono e a fibra do inhame retardam a taxa com que os açúcares são liberados e absorvidos pela corrente sanguínea. Além disso, por ser rico em fibras, quando ingerido dá uma sensação de saciedade. E mais uma vantagem, o inhame é uma boa fonte de manganésio, um mineral que ajuda no metabolismo dos hidratos de carbono e é um cofator de várias enzimas importantes na produção de energia e de defesas antioxidantes.

LIMPA O SANGUE

É um dos alimentos medicinais mais eficientes que se conhece: faz muitas impurezas do sangue saírem através da pele, dos rins, dos intestinos. No começo do século, já se usava elixir de inhame para tratar sífilis.

REDUZ O RISCO DE DOENÇA CARDÍACA

O inhame é uma boa fonte de vitamina B6. A vitamina B6 é necessária para o corpo a eliminar uma substância chamada homocisteína, que pode danificar as paredes dos vasos sanguíneos. Uma ingestão frequente de vitamina B6 reduz o risco de doença cardíaca. O inhame é uma boa fonte de potássio, um mineral que ajuda a controlar a pressão arterial. A baixa ingestão de alimentos ricos em potássio, especialmente quando combinada com uma alta ingestão de sódio, pode provocar hipertensão.

FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO

Os médicos orientais recomendam comer inhame para fortificar os gânglios linfáticos, que são os postos avançados de defesa do sistema imunológico.

AJUDA CONTRA ESPASMOS

Seus usos tradicionais incluem o tratamento de cólicas, espasmos musculares, asma. As suas propriedades antiespasmódicas e anti-inflamatórias tornam-no útil para tratar cãibras no estômago.

EVITA MALÁRIA, DENGUE, FEBRE AMARELA

A presença do inhame no sangue permite uma reação imediata à invasão do mosquito, neutralizando o agente causador da doença antes que ele se espalhe pelo corpo. Aldeias inteiras morreram de malária depois que as roças de inhame foram substituídas por outros plantios.

AJUDA NA MENOPAUSA

Muitos consumidores têm encontrado produtos no mercado de inhame selvagem ou de extratos de inhame selvagem, como substâncias que podem ajudar a proporcionar uma alternativa natural para reposição hormonal em mulheres que tenham atingido a idade da menopausa. Muitos desses produtos são fornecidos na forma de cremes que podem ser aplicados topicamente. Também gostaríamos de acrescentar algumas informações sobre o inhame e a vitamina B6. A vitamina B6 tem sido um suplemento popular que diz respeito ao síndroma pré-menstrual (SPM) em mulheres, especialmente em conjunto com a depressão que pode ser desencadeada pela SPM. Uma xícara de inhame em cubos cozidos contém 15,5% do valor diário da vitamina B6 e, por isso, consideramos o inhame como uma “boa” fonte dessa vitamina.

SUGESTÕES DE CONSUMO:

SUCO –

Ingredientes

1 maçã.

1 limão.

1 inhame pequeno ou metade de um médio da variedade conhecida como japonês ou paulista (veja a foto).

Meio litro de água.

Se quiser adoçar, use mel ou açúcar mascavo.

Preparo

Esprema o limão, pique o inhame e a maçã.

Bata tudo no liquidificador e sirva com ou sem gelo.

O suco pode ser consumido diariamente.

(Se der coceira nas mãos na hora de descascar, passe um pouco de óleo ou lave com água bem salgada e não use esse inhame, pois ele não serve para ser consumido cru.)

SALADA DE INHAME –

Rale um inhame cru e tempere com sal marinho e limão ou com molho de soja.

(Se der coceira nas mãos na hora de descascar, passe um pouco de óleo ou lave com água bem salgada e não use esse inhame, pois ele não serve para ser consumido cru.)

PURÊ DE INHAME – Depois de cozinhar os inhames no vapor ou na água, solte a casca e amasse com um garfo; junte um pouquinho de manteiga e de sal marinho, ou molho de soja, e misture bem. Só precisa ir ao fogo de novo se for para esquentar.

ENGROSSANDO O CALDO – Cozinhe um ou dois inhames junto com o feijão. Eles desmancham e o caldo fica bem grosso.

FONTE: Blog Nutrymania e Correcotia.com

Nossa missão é informar, explicar e apresentar diversos tópicos sobre, saúde, bem estar e qualidade de vida. As informações disponibilizadas neste site não substituem o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

© 2018 - CuraDaNatureza.com.br

Topo