Saúde

Chocolate: quanto mais amargo, melhor

Está liberado o chocolate!

Mas vá com calma: chocolate bom é o amargo e de forma moderada.

Porque na verdade o que é bom é o cacau, presente em maior concentração na versão amarga do chocolate.

O cacau tem altíssima quantidade de certos antioxidantes, como as catequinas.

São elas que agem nas artérias promovendo a queda da pressão.

Esses compostos elevam a produção de óxido nítrico, um vasodilatador natural.

O endotélio, a camada interna das artérias, fica mais flexível. Assim, o sangue passa por ali gerando menos pressão.

O cacau também impede a oxidação do LDL, o colesterol ruim.

Uma pesquisa japonesa publicada no periódico americano Nutrition investigou o papel da procianidina, outro componente do cacau, no controle do diabete tipo 2.

Roedores obesos e diabéticos consumiram uma bebida à base de cacau.

Passado um tempo, os níveis de açúcar no sangue dos bichos caíram. Segundo os pesquisadores, isso pode ter ocorrido porque as tais procianidinas melhorariam a eficiência da insulina, o hormônio que bota a glicose dentro das células.

Na Espanha, uma pesquisa realizada na Universidade de Barcelona também focou sua mira nos flavonoides do cacau, mas desta vez com o objetivo de avaliar sua ação no sistema imune de ratos jovens, principalmente em células do batalhão das defesas, como os linfócitos e os macrófagos.

Os animais receberam uma dieta enriquecida com o alimento durante três semanas.

Depois os especialistas chegaram à conclusão de que houve um aumento na atividade de certas áreas envolvidas com a imunidade.

Isso se verificou com maior intensidade no timo, órgão situado no tórax e responsável pela maturação dos linfócitos T, nossos guardiões contra vírus e bactérias.

A pesquisa também descobriu que o cacau protege os neurônios dos efeitos dos radicais livres.

Além de não deixar o organismo fraco e vulnerável, o alimento mantém o humor em alta.

Ele possui duas substâncias, N-oleoletanolamina e N-linoleoiletanolamina, que estabilizam as anandamidas, que dão uma sensação de euforia.

Sem falar na fenilalanina e na tirosina, dois aminoácidos que são precursores da noradrenalina e da dopamina, outra dobradinha envolvida no estado de felicidade natural.

Procure consumir cacau na forma natural.

Ou consuma chocolate amargo com alta concentração de cacau (70% ou mais).

Nossa missão é informar, explicar e apresentar diversos tópicos sobre, saúde, bem estar e qualidade de vida. As informações disponibilizadas neste site não substituem o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

© 2018 - CuraDaNatureza.com.br

Topo