Saúde

Consumo de kiwi melhora síndrome do intestino irritável

A fruta kiwi por dia é ótima para quem tem a síndrome do intestino irritável.

Isso porque pesquisadores constataram que o consumo de dois kiwis por dia, durante um mês, reduziu significativamente o tempo de trânsito do cólon, aumentou a frequência de defecação e melhorou a função intestinal naqueles que têm SII.*

A síndrome do intestino irritável (ou síndrome do cólon irritável) é uma desordem gastrintestinal muito comum que afeta sobretudo as mulheres.

Pode ter diversas causas: estresse, dieta inadequada, alergia e intolerâncias alimentares, supercrescimento bacteriano, fúngico e parasitário, produção enzimática insuficiente, intolerância à lactose e irregularidades na secreção de hormônios intestinais responsáveis pela motilidade.

Essa disfunção provoca contrações musculares e movimentos intestinais irregulares, trazendo como conseqüência o acúmulo de muco e de toxinas nos intestinos.

O organismo perde a capacidade de absorver os nutrientes, principalmente os aminoácidos.

SINTOMAS MAIS COMUNS

Dor e distensão abdominal constante.

Urgência para evacuar com posterior alívio da dor.

Sensação de evacuação incompleta.

Alternância entre diarreia e constipação.

Gases, náuseas, azia e excreção excessiva de muco.

Ansiedade ou depressão, dor de cabeça, anorexia e fadiga.

Intolerância a dissacarídeos (sacarose, maltose, lactose, manitol, sorbitol, lactose e frutose).

DEVE-SE EVITAR

Alimentos como leite e derivados, grãos (sobretudo trigo e milho), café, alguns chás, frutas cítricas e chocolate devem ser eliminados temporariamente do cardápio, bem como alimentos gordurosos, refeições com grande conteúdo de lipídios e consumo de álcool.

TRATAMENTO NATURAL

O tratamento natural da síndrome do intestino irritável consiste basicamente em fortalecer o organismo com:

Probióticos.

Dieta rica em fibras (frutas , hortaliças, cereais integrais e farelo de arroz).

Glutamina (adicionar a sucos ou tomar em jejum).

Ácidos graxos essenciais ômega 3 e ômega 6.

Chá de camomila, melissa, valeriana, alecrim, tanchagem e gengibre. Usar as ervas puras ou combinadas.

Alfafa.

Aloe vera (babosa)

Alho.

Suplementação de vitaminas e minerais, sobretudo cálcio e magnésio.

Técnicas de relaxamento, ioga, caminhada.

Modificação do estilo de vida e redução do estresse.

Nossa missão é informar, explicar e apresentar diversos tópicos sobre, saúde, bem estar e qualidade de vida. As informações disponibilizadas neste site não substituem o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

© 2018 - CuraDaNatureza.com.br

Topo