Saúde

Extrato de semente de uva elimina células cancerosas, revela estudo

Estudo de pesquisadores da Universidade do Colorado, nos EUA, revelou que o extrato de semente de uva é eficaz na inibição do crescimento de células de câncer colorretal.

E, segundo a pesquisa, quanto mais avançadas as células cancerosas forem, mais o extrato de semente de uva interromperá o crescimento e sobrevivência delas.

Além disso, o extrato de semente de uva ataca as células cancerosas de forma eficaz e deixa as células saudáveis intactas, agindo como uma “quimioterapia seletiva”.

“Há muito tempo sabemos que os compostos bioativos presentes no extrato de semente de uva ataca seletivamente muitos tipos de células cancerosas. Este estudo mostra que muitas das mesmas mutações que permitem que células do câncer colorretal sofram metástase e sobrevivam a terapias tradicionais não ocorrem com o tratamento com o extrato de semente de uva”, declara a pesquisadora Molly Derry.

Para os cientistas, a descoberta é muito importante hoje devido ao crescimento das taxas de câncer colorretal, resultado de estilos de vida sedentários e de dietas ricas em gordura.

E, o pior, poucas pessoas fazem exames para detectar o câncer colorretal e, por isso, mais de 60% das pessoas que são diagnosticadas já têm a doença avançada.

“Encontrar uma forma de ataca seletivamente as células do câncer colorretal avançado poderia ter grande importância clínica”, observa Derry.

A equipe constatou que, enquanto doses de quimioterapia muito maiores são necessárias para matar células cancerosas num estágio avançado da doença, o IV, utilizando o extrato de semente de uva ocorria o inverso.

“Foi necessário menos de metade da concentração de extrato para suprimir o crescimento celular e matar 50% das células em estágio IV, do que para alcançar resultados semelhantes nas células da fase II”, explica Derry.

Os pesquisadores acreditam que é provável que o extrato ataque o câncer colorretal provoque um estresse oxidativo nas células cancerosas , resultando na morte delas.

“As células de câncer colorretal podem ter mais de 11 mil mutações genéticas. Quimioterapias tradicionais só podem visar a uma mutação específica e, conforme o câncer progride, mais mutações ocorrem. Essas mudanças podem resultar em uma doença resistente à quimioterapia. Os compostos bioativos do extrato da semente de uva, porém, são capazes de atingir múltiplas mutações”, conclui a cientista.

O extrato de semente de uva é um poderoso antioxidante.

Ele contém grandes quantidades de vitamina E, flavonoides, ácido linoleico e resveratrol, uma substância antienvelhecimento encontrada principalmente na pele das uvas.

O extrato de semente de uva também contém oligoméricas complexas proantocianidinas (OPCs), outro tipo de antioxidante que pesquisas mostraram ter a capacidade de afastar uma infinidade de problemas de saúde.

AS OPCs mostraram-se, em pesquisas, especialmente benéficas no combate aos efeitos cumulativos do envelhecimento e na redução do risco de doenças degenerativas.

Elas também foram eficientes nos casos de má distribuição do fluxo de sangue microcirculatório no cérebro e coração; de insuficiência arterial/venosa crônica nas extremidades; de fragilidade capilar alterada e de diabetes; de microangiopatia da retina, de veias varicosas e de diminuição do colesterol ruim, o LDL.

Os antioxidantes do extrato de semente de uva também podem ser encontrados no vinho tinto e no suco de uva, mas em concentrações menores.

Nossa missão é informar, explicar e apresentar diversos tópicos sobre, saúde, bem estar e qualidade de vida. As informações disponibilizadas neste site não substituem o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

© 2018 - CuraDaNatureza.com.br

Topo