Saúde

Google desenvolve cápsulas de nanopartículas para o diagnóstico precoce de doenças

Uma revolução na medicina pode ocorrer em breve.

O Google comunicou que está trabalhando para desenvolver cápsulas de nanopartículas que vão ajudar no diagnóstico de doenças.

Segundo a empresa, as cápsulas depois de ingeridas transmitirão para um computador equipado com sensores informações sobre células doentes.

O uso de nanopartículas para diagnosticar doenças será um grande avanço para a medicina.

Doenças como câncer poderão ser detectadas de forma precoce, o que aumentará o índice de tratamentos bem-sucedidos.

A divisão do Google responsável pelas pesquisas com as cápsula de nonopartículas é a GoogleX, que desenvolveu os automóveis autônomos (sem motorista, freio ou volante), o Google Glass e os balões aerostáticos para levar internet a comunidades remotas.

“A GoogleX está desenvolvendo pesquisas para saber se as nanopartículas no fluxo sanguíneo junto com um dispositivo portável equipado com sensores especiais podem ajudar os médicos a detectar doenças ainda em fase inicial”, informou a empresa.

A empresa acredita que as nanopartículas podem também detectar artérias que estejam prestes a explodir e a causar um infarto ou acidente vascular cerebral.

Os cientistas trabalham para que as nanopartículas unam-se às células doentes a fim de transmitir informações para os dispositivos portáteis.

O projeto ainda está em desenvolvimento e os especialistas estimam que pode ser necessário de cinco a sete anos até que seja finalizado.

Nossa missão é informar, explicar e apresentar diversos tópicos sobre, saúde, bem estar e qualidade de vida. As informações disponibilizadas neste site não substituem o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

© 2018 - CuraDaNatureza.com.br

Topo