Saúde

Sete alternativas “verdes” para perder peso

Manter hábitos saudáveis e fazer pequenas alterações nos costumes diários pode refletir na perda de peso. A luta contra a balança pode ganhar uma ajuda extra se alguns preceitos sustentáveis forem incluídos na rotina.

O site norte-americano Tree Hugger produziu uma lista com sete dicas que podem facilmente ser aplicados aos hábitos de qualquer pessoa.

1. Dirija menos – Para reduzir boa parte da pegada de carbono individual, não é necessário fazer grandes coisas, como parar de usar energia elétrica. Basta usar menos o carro. Comece pelos trajetos curtos, que podem ser percorridos a pé ou de bicicleta. Este também é um impulso para deixar o sedentarismo de lado. Aos poucos esta mudança será incorporada aos costumes e o retorno para a saúde e para o meio ambiente é garantido.

2. Participe de programas comunitários – Para que essa dica seja eficiente na perda de peso, o ideal é que os programas comunitários sejam ligados à agricultura. Isso não quer dizer que você deve se envolver em uma grande plantação, podem ser trabalhos que envolvam pequenas hortas e até jardins. O melhor destas atividades é que elas tendem a influenciar a sua alimentação. Outra opção é apoiar o trabalho de pequenos agricultores locais, dando preferência a eles em detrimento das compras nos supermercados. Estes produtores também podem dar dicas sobre os melhores alimentos. Portanto aproveite o contato para conhecer novas pessoas e adquirir conhecimento.

3. Dê preferência às refeições vegetarianas – Torne as frutas e vegetais a peça central de suas refeições. A carne pode ser substituída por alimentos com baixas calorias, como feijão e soja. Isso servirá para reduzir as medidas corporais, as despesas mensais e as emissões de carbono. Existem pratos deliciosos que podem ser feitos sem carne. Algumas opções são lasanha de berinjela, grão de bico ao curry, nhoque de abóbora, entre outras coisas. Se não for possível eliminar totalmente a carne do cardápio, ao menos reduza a frequência com que ela será consumida.

4. Não beba suas calorias – Todos os vegetais do mundo não serão suficientes para reduzir o seu peso se você estiver bebendo centenas de calorias extras por dia em sucos com açúcar, refrigerantes, café, entre outras coisas. Quando estas bebidas são processadas comercialmente e chegam às geladeiras em garrafas individuais, elas ainda cooperam para o aumento da sua pegada de carbono, além da ingestão de calorias totalmente dispensáveis. Em vez disso, pegue uma garrafa de água reutilizável e mantenha-a cheia de água filtrada. Para dar um toque especial, podem ser adicionados limões ou outras frutas cítricas, que acentuam o sabor e ainda darão mais refrescância à água.

5. Participe de um trabalho voluntário ao ar livre – Esta não é a maneira mais fácil de reduzir os números na balança, mas a partir do momento que você escolhe algum trabalho realizado ao ar livre, como plantar árvores, estará se movimentando e ainda auxiliando a preservação do meio ambiente. Esta atividade também servirá para que você conheça outras pessoas apaixonadas pelas mesmas causas que você, que podem ajudar a manter a sua motivação pelo trabalho.

6. Planeje uma horta caseira – Para manter um jardim ou horta caseira não é necessário ter muito espaço. Ela pode ser feita até mesmo em garrafas plásticas reaproveitadas. Estes pequenos recipientes podem comportar diversos vegetais, que posteriormente estarão presentes em sua dieta.

7. Pratique atividades ao ar livre – Movimentar-se ao ar livre faz com que você esteja em contato com a natureza. Isso pode servir de inspiração e incentivo para que você mantenha a prática esportiva e ainda te deixará mais atento às causas ambientais. Desenvolver uma relação de amor com a natureza o tornará mais protetor e ainda vai diferenciar a forma como você respira o ar fresco e como encara os treinos.

Fonte: Ciclo Vivo

Nossa missão é informar, explicar e apresentar diversos tópicos sobre, saúde, bem estar e qualidade de vida. As informações disponibilizadas neste site não substituem o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

© 2018 - CuraDaNatureza.com.br

Topo